CENÁCULO

Transformando pessoas em testemunhas do Evangelho

Cenáculo, palavra proveniente do Latim, que significa: sala da ceia, sala superior para jantar ou quarto superior de hospede. O Cenáculo é a representação de onde Jesus Cristo constituiu a Santa Ceia, a Eucaristia (Mt 26, 26-29), onde revelou acerca da traição por parte de um dos seus Apóstolos (Mt 26, 25), comemorou a ceia pascal e lugar da grande manifestação da aparição de Jesus Cristo Ressuscitado. Ali também, Jesus lhes transmitiu a paz pois se encontravam com medo dos judeus e das autoridades (Jo 20, 19), e corrigiu suas incredulidades e por outros tantos dias deu-lhes muitas instruções. 

Ele e seus Apóstolos se encontravam em momentos de alegria e de tristeza, para orar, cantar hinos dos Salmos (Mt 26, 30), fazer suas refeições e também descansar. Cristo tinha o desejo de estar mais presente nos corações e na vida dos Apóstolos, dando-lhes suas últimas instruções. É de notar que Jesus Cristo queria que o Cenáculo de oração e da sua Ressurreição acontecesse primeiramente nos corações dos Apóstolos e assim se expandisse em muitos outros corações e lugares: tão logo, aconteceu de maneira magnânima o primeiro Cenáculo da Ressurreição com os Discípulos de Émaus (Lc 24, 28-33).

O Cenáculo AngeluS busca fazer acontecer na mesma proporção, ou seja, busca levar as famílias a terem um encontro pessoal com o Ressuscitado, um encontro profundo de amor com a palavra de Deus, favorecendo um avivamento na fé. Busca ainda ser instrumento vivo da igreja e uma verdadeira metanóia na vida de cada pessoa que faz essa experiência, de forma a se transformar com o anuncio do amor de Deus e da graça de Pentecostes.

Nas casas dos nossos irmãos, acontece o encontro do Cristo que vai as famílias, que traz a boa nova da Ressurreição e de maneira enigmática, com alegria e amor, no acolhimento e também na partilha.

Quando realizamos o Cenáculo, estamos realizando a mesma manifestação de Pentecostes com a vinda do Espírito Santo, a qual, deu-se neste mesmo Cenáculo e que na sua prefiguração dá-se neste quarto superior de hospede, digo, lugar onde o Espírito Santo é convidado a hospedar-se: nos corações (At 2, 1-12). E é nestes Cenáculos de Pentecostes (At 2, 42-47) que o Espirito Santo se manifesta, e assim nasce e revigora a alma da igreja.

São João Paulo II disse no retiro da quaresma no ano jubilar (2000), que “somos chamados a sermos hoje os APÓSTOLOS DO CENÁCULO!”. Portanto temos a missão de fazer acontecer nas residências, escolas, praças e apartamentos dos nossos irmãos. E também de não perder nenhuma oportunidade de realizar o Cenáculo. Porém, cada um de nós, batizados, deve se sentir mais que convocado a esta responsabilidade, com amor e compromisso, a ser este novo “Apóstolo do Cenáculo”, levando a oração, o alimento espiritual, a partilha do evangelho e do pão e transmitindo a alegria derramada do céu nos corações, tornando viva e sempre presente a ordem de Jesus Cristo (Mt 28, 19-20; Mc 16, 15-18 e Lc 24, 47-49).

“Quando vier o Consolador, que vos hei-de enviar da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, Ele testificará de Mim.
E vós também testificareis, pois estivestes Comigo desde o princípio” (Jo 15, 26-27)

ESSE NÃO É O FIM,

PARA MUITOS O COMEÇO

Sede AngeluS

Rod. Cel. PM Nelson Tranchesi, 1911-2033 – Jardim Nova Coimbra, Cotia – SP

#SOMOSANGELUS

Um grupo de irmãos e amigos que descobriram um chamado um pouco diferente, um carisma, fundando em obra através da Associação AngeluS Marie, sem fins lucrativos, com único intuito de gerar o BOM ao próximo, perguntava o discípulo, quem é bom? Logo respondeu Jesus: “Só o Pai que está nos céus, é bom”. Gerar no outro o bom, através da mensagem e caridade é a forma mais perfeita de viver a vocação. 

© 2018 Associação AngeluS | Desenvolvido por StudioS AngeluS